http://www.epcoruche.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/726951banner2.jpglink
http://www.epcoruche.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/871187banner1.jpglink
http://www.epcoruche.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/709991banner3.jpglink
http://www.epcoruche.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/574746banner4.jpglink

Em construção

Em construção Ver Mais

Em construção

Em construção Ver Mais

Em construção

Em construção Ver Mais

1
2
3
4

Destaques > Ver Todos

 

EPC elogiada por ajudar crianças carenciadas do quénia e do cambodja



Na sequência de um workshop realizado sobre Direitos Humanos, em Dezembro último, com a presença da Associação de Defesa dos Direitos Humanos (ADDHU), a Escola Profissional de Coruche (EPC) promoveu uma recolha de vestuário infantil, destinado às crianças quenianas do orfanato criado por esta organização. Esta semana, a EPC entregou à ADDHU várias caixas com vestuário, recolhidos com o apoio do comércio local de Coruche. No passado domingo, dia 22 de Março, cerca de meia centena de alunos e professores da EPC deslocaram-se ao Teatro da Comuna, Lisboa, para assistir à peça "Inocente Silêncio", cujas receitas reverteram a favor das crianças do Cambodja. A peça teatral retrata a prostituição infantil, e o envolvimento dos pais e figuras públicas e poderosas do Cambodja neste negócio que rende milhões a redes organizadas de prostituição.“É sempre importante divulgar estas tragédias através da arte”, referiu Laura Vasconcellos. Para a presidente da Associação de Defesa dos Direitos Humanos, “através do teatro, dá-se um murro no estômago e alertam-se as consciências” para o facto de crianças de 10 anos serem vendidas pelos pais para a prática da prostituição. A responsável por esta associação de defesa dos direitos humanos, assente integralmente no voluntariado, aproveitou a presença da imprensa para saudar o apoio da Escola Profissional de Coruche, o único estabelecimento de ensino que se associou, desta vez, a esta missão. Quem quiser ajudar esta associação, pode consultar o seu portal oficial na Internet (http://addhu.org) e verificar como poderá fazê-lo.

A directora pedagógica da Escola Profissional de Coruche assegurou que este tipo de trabalho humanitário vai continuar a ser desenvolvido pela EPC. Isabel Fidalgo lembrou que, “em anos anteriores, por ocasião do Natal, a EPC tem também apoiado instituições do concelho de Coruche e da região com a recolha de vestuário, brinquedos, dinheiro e produtos de higiene”. A responsável aproveitou a oportunidade para agradecer à Câmara Municipal de Coruche pela cedência de meios logísticos e de transporte para conseguir realizar acções desta e de outra natureza.

 

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária